Amanhã é comemorado o Dia dos Namorados e para aproveitar a data eu escolhi o amor como tema para o nosso Blog Post. Afinal, a vida sem amor não faz sentido e é ele que nos ajuda a seguir em frente. Confira!

O amor está presente em todas as fases das nossas vidas de formas diferentes. Existe aquele amor entre pais e filhos, em que ocorrem as relações de aconselhamento e os primeiros vínculos emocionais, o amor aos amigos e também o amor romântico.

De todas as muitas formas ele se apresenta pela partilha de tempo, ajuda mútua, consolo, aceitação e envolve sentimentos fortes e nos motiva para irmos além das circunstâncias. 

O amor é zelo com o outro, é reciprocidade. 

O amor nos faz sentir inteiros, íntegros, realizados. É uma força que impacta e, como seres humanos que procuram desenvolver suas habilidades, temos vontade de amar e ser amado(a). Além disso, no amor vivido de maneira saudável, não há nada que faça com que o outro se sinta diminuído, humilhado, para baixo. Assim, há uma valorização do outro e este ou esta ao vivenciar o amor se sente apto no desempenho de suas magníficas qualidades.

Amor romântico e relacionamentos 

Focando um pouco mais nessa forma, o amor romântico é aquele que envolve desejo apaixonado e sexual, contato físico, e proximidade emocional com aquela pessoa que consideramos especial e que nos faz sentir especial.

Escolher estar com alguém ao seu lado  é escolher se entregar e se dedicar.

Existem dias complicados, como em tudo durante a nossa vida, mas é o amor que não nos deixa desistir.

Ame, ou seja, aceite, valorize, respeite, dê afeto, ternura, admire e compreenda.

Entenda também que não existe um manual a ser seguido. O que faz bem e causa felicidade a alguém não necessariamente fará feliz a todos. 

Pensando nisso, o que existe não são regras a serem seguidas, mas sim limites para estabelecer aquilo que não é saudável: relacionamentos abusivos, compulsivos e doentios, por exemplo.

O relacionamento saudável é aquele que dá igualdade de oportunidades aos envolvidos e que harmoniza o ambiente. É aquele tipo de relação em que há sobretudo respeito, autonomia, carinho, atenção e liberdade em doses equilibradas.

E, é claro, muito diálogo. Deve existir a liberdade para cada envolvido dizer e expressar o que sente, sem medo de ser reprimido.

O relacionamento precisa promover bem-estar de forma mútua, estimulando a capacidade de amar e se sentir amado, somada à habilidade de manter um convívio agradável.

Algumas vezes a relação pode caminhar por rumos não desejados e um profissional pode ser de grande ajuda para reencontrar o equilíbrio. Se precisar, conte comigo!

Amar é uma decisão, não um sentimento!

Gostaria de compartilhar com vocês um conto lindo que traduz perfeitamente o que é o amor:

Diz um conto Israelita que:

“Um jovem foi visitar um sábio conselheiro e contou-lhe sobre as dúvidas que tinha à respeito do AMOR.

O sábio escutou-o, olhou-o nos olhos e disse-lhe apenas uma coisa:

— Ame.

E logo se calou!

Disse o rapaz:

— Mas, ainda tenho as dúvidas…

— Ame, disse-lhe novamente o sábio!

E, diante do desconcerto do jovem, depois de um breve silêncio, disse-lhe o seguinte:

— Meu filho, amar é uma decisão, não um sentimento!

Amar é dedicação e entrega; Amar é um verbo e o fruto dessa ação é o amor!

O amor é um exercício de jardinagem! Arranque o que faz mal, prepare o terreno, semeie, seja paciente, regue e cuide.

Esteja preparado porque haverão pragas, secas ou excessos de chuvas, mas nem por isso abandone o seu jardim.

Ame, ou seja, aceite, valorize, respeite, dê afeto, ternura, admire e compreenda.

Simplesmente Ame!!!

Sabes porquê?

Porque a inteligência, sem amor, te faz perverso;

A justiça, sem amor, te faz implacável;

A diplomacia, sem amor, te faz hipócrita;

O êxito, sem amor, te faz arrogante;

A riqueza, sem amor, te faz avarento;

A docilidade, sem amor te faz servil;

A pobreza, sem amor, te faz orgulhoso;

A beleza, sem amor, te faz ridículo;

A autoridade, sem amor, te faz tirano;

O trabalho, sem amor, te faz escravo;

A simplicidade, sem amor, te deprecia;

E A VIDA SEM AMOR, NÃO TEM SENTIDO.

Por fim, finalizo desejando que o Dia dos Namorados seja cheio de respeito, entrega, paciência e muito amor. 

E lembrando que continuamos juntos. Estou realizando consultas psicológicas online, com o mesmo sigilo e ética necessários.

Um forte abraço!

Espaço Entre Olhares (031) 98814-7288

Leia também: Comunicação na vida de casal: A fala que edifica e aquela que mortifica

WhatsApp chat