Autoestima em tempos de quarentena. Invista no cuidado de si mesmo 

Em tempos de pandemia os desafios continuam em alta. Talvez a última coisa com a qual você esteja preocupado seja cuidar da sua apresentação física. Bem…

A autoestima é aquela capacidade humana de reconhecer as   potencialidades internas que embasam o seu agir no mundo. Está sempre em movimento a partir das interrelações cotidianas. Precisamos cuidar de nós mesmos nos aspectos físico, mental, emocional e espiritual. Ela é capaz de influenciar de maneira muito forte nossas escolhas ao longo da vida, pois se relaciona com o quanto nos respeitamos enquanto indivíduos. Esse é o tema do Blog de hoje. Confira!

 Por definição, autoestima “é um conjunto de sentimentos e pensamentos do indivíduo sobre seu próprio valor, competência e adequação, que se reflete em uma atitude positiva ou negativa com relação a si mesmo”, de acordo com Rosenberg, um pioneiro no estudo deste tema.

Nela se apresenta a força e a flexibilidade necessárias para enfrentar as mudanças que acontecem na vida.

É bom compreender também que, em contrapartida, com a autoestima baixa muitas vezes temos ocorrência de sintomas depressivos e ansiosos, insatisfação com a própria vida e sensação de não-pertencimento.

Por que a autoestima é importante?

  • Nos faz acreditar que somos capazes

A autoestima influencia diretamente no nosso sucesso e nos nossos fracassos. Ter autoconfiança   reflete na forma como vemos o mundo, como trabalhamos e lutamos para alcançar os nossos objetivos.q¹¹

  • Nos faz ver a vida com mais leveza

Quem possui uma autoestima satisfatória, confia que a vida segue o  fluxo natural e que, fazendo sua parte, as realizações de projetos acontecem.

  • Aumenta o bem-estar:

Quem tem autoestima saudável consegue obter um senso de bem-estar muito maior onde as criticas e adversidades são oportunidades para evoluir.

A autoestima e a quarentena 

Sentir-se bem com tudo que vem acontecendo nos últimos meses é um grande desafio. Nos vimos obrigados a nos recolher em casa pela nossa saúde e a do próximo. Nossas rotinas foram completamente alteradas e fomos colocados em um lugar antes desconhecido.

Muitos de nós mantinha aquela rotina de cuidados antes de sair para o trabalho, ou para se preparar para eventos sociais. Mas e agora que trabalhamos mais em casa e não frequentamos mais festas? Não precisamos  nos cuidar? Sim, precisamos.

O nosso corpo é nossa casa, nele habitam nossas histórias, experiências e emoções. Além disso, ele reflete nossos sentimentos: cansaço, animação, choros de alegria ou tristeza. Então neste sentido, cuidar do nosso corpo é cuidar de tudo que somos.

Por isso se você se sente bonita quando está com os cabelos bem cuidados, mantenha isso no seu dia a dia. Dedique-se a identificar formas de adaptar os cuidados de beleza a nossa nova rotina.

Dicas de como realizar isso é o que não falta nas pesquisas na internet. Seja praticando meditação ou fazendo uma rotina de autocuidado. Tire um tempo para você e se cuide por dentro e por fora. Confira:

Limpeza corporal com autoconsciência 

Preste atenção a textura e cor da sua pele, cabelo e unhas durante o banho. Se gostar, acenda uma vela, coloque uma música. Faça desse ritual o seu momento de relaxamento. Passe um bom hidratante no corpo após o banho fazendo auto massagem.

Você merece mais tempo

Se tem uma coisa que o confinamento trouxe é tempo e ele pode ser aproveitado para fazer tudo aquilo que talvez a sua rotina não permitisse fazer com frequência. 

Preste atenção a sua alimentação

Evite alimentos hipercalóricos, que sejam ricos em açúcar, assim como é bom diminuir o consumo de industrializados. Ao mudar esses  hábitos você reduzirá os processos inflamatórios, inclusive na pele e cabelos.

Existe muito poder na decisão de criar novos hábitos. Se cuidar e estar bem consigo mesmo muda a forma como você percebe o mundo e vive nele. Adapte-se!

Um forte abraço.

Espaço Entre Olhares (031) 98814-7288

Leia também: A reinvenção é necessária nos momentos de crise

WhatsApp chat