Continuamos vivendo um momento instável, cheio de mudanças e medos pela pandemia do Coronavírus (Covid-19). Em situações assim, precisamos nos cuidar física e mentalmente e manter a coragem. Esse é o tema do nosso Blog de hoje, a coragem. Confira! 

Você é uma pessoa corajosa? 

Para você, ser corajoso é não sentir medo? Se pensa assim, está enganado. O importante nos momentos de desafios impostos pela vida, é que você desenvolva a coragem para perceber sua capacidade para fazer a superação necessária

Não é necessário buscar a coragem na ousadia de não sentir medo de nada, mas sim na sua capacidade de superar o que o aterroriza e é capaz de paralisá-lo.

Não podemos esquecer que o medo é uma força muito poderosa e muitas pessoas agem pelo medo de perder tudo o que possuem. Por isso é muito importante estar sempre atento, porque a vida nos oferece muitas oportunidades e precisamos ter coragem para enfrentar tudo que é desconhecido ou assustador.

Quando observamos pessoas enfrentando a vida com coragem, não quer dizer que elas não sintam medo, mas que estão superando os seus temores, olhando-os de frente para alcançar os seus objetivos.

Cuide-se! 

A chegada do Coronavírus modificou a rotina da maioria dos brasileiros. Trabalhadores fazendo quarentena, home office, o afastamento de entes queridos para proteção e, além de tudo isso, o excesso de informações pela internet, tem gerado efeitos psicológicos negativos a toda a população. 

Durante situações de mudanças drásticas, como a atual, a ansiedade pode aparecer e se manifestar de várias formas: nervosismo, agitação, estado de alerta; não conseguir pensar em outra coisa; necessidade de ver e ouvir constantemente informações sobre o Coronavírus; dificuldade para realizar tarefas diárias. 

Para te ajudar, separei algumas dicas para colocar em prática hoje mesmo! 

Tente controlar seus pensamentos 

Pensar constantemente na doença pode causar o aparecimento ou o aumento de sintomas que ampliem seu mal-estar emocional. 

Aceite suas emoções

Reconheça o que está sentindo, olhe para dentro e, se necessário, compartilhe sua situação com os mais próximos para encontrar a ajuda e o apoio necessários. 

Não acredite em tudo que ouve 

Conheça os fatos e dados confiáveis oferecidos pelos meios de comunicação oficiais e científicos e fuja de informações que não venham dessas fontes, evitando informações e imagens alarmistas.

Não minta para as pessoas ao seu redor

Seus filhos, pais, avós, pessoas que são vulneráveis, forneça a todas elas explicações verdadeiras, adaptadas ao nível de compreensão de cada um. 

O excesso de informações pode te fazer mal 

Evite ficar 24 horas na frente da TV ouvindo notícias sobre o Coronavírus. Isso não te deixará mais informado e pode aumentar desnecessariamente sua sensação de medo e nervosismo. 

Não compartilhe informações falsas

A nossa responsabilidade precisa ser pensada também com a comunidade. Se você vai repassar qualquer notícia ou informação, certifique-se que é verdade primeiro. Não queremos que as pessoas sintam ainda mais ansiedade e medo. 

Aproveite esse momento de reclusão da melhor forma 

Crie uma rotina diária e aproveite para fazer as coisas que você gosta, mas que geralmente, por falta de tempo, não pode fazer. Leia livros, assista a filmes  e que tal um jogo com a família? Talvez esse tempo seja para que possamos valorizar a pausa e encontros com aqueles que estão conosco. Desacelere. 

Leve suas experiências em consideração 

Quando sentir medo, conte com a experiência que você tem em situações semelhantes. Pense quantas adversidades você superou com sucesso na vida.

Mantenha a fé e a coragem 

Diante de tudo isso, manter uma atitude esperançosa e objetiva faz a diferença. Evite falar o tempo todo sobre o assunto, apoie-se na família e nos amigos e os ajude a manter a calma.

Precisamos compreender que somos adaptáveis à diversas situações, o mundo está em constante mudança e precisamos escolher não alimentar nossos medos e nem o medo dos outros. 

E lembrando que continuamos juntos. Estou realizando atendimentos virtuais, com o mesmo  mesmo sigilo e ética necessários.

O importante é dar continuidade aos tratamentos para mantermos o progresso e evitarmos crises. 

Espaço Entre Olhares (031) 98814-7288

Leia também: Como ajudar alguém em períodos difíceis da vida

WhatsApp chat