Os desafios e as conquistas do empreendedorismo feminino

Ao longo dos anos, as mulheres têm batalhado para conquistar maior espaço de ação e reconhecimento das suas importantes contribuições na sociedade.

Muitas buscam aprender com tudo que as cerca,  nascem e vivem construindo inovações no âmbito pessoal e social.

O empreendedorismo feminino  consiste na capacidade de “fazer acontecer”  os sonhos e metas individual, familiar e para a sociedade.

Ele deixou de ser uma realidade distante e passou a ser parte do cotidiano de muitas mulheres, não só aqui no Brasil, mas no mundo.

Os avanços dos últimos anos, oferecem uma perspectiva bastante positiva no que diz respeito ao empreendedorismo feminino. De acordo com um levantamento realizado pela Global Entrepreneurship Monitor (GEM) em parceria com o Sebrae, o empreendedorismo feminino cresceu cerca de 34% entre 2003 e 2017 no Brasil.

Mas afinal, o que é empreendedorismo feminino?

É a capacidade para observar e experimentar novas oportunidades assumindo desafios  e limitações com um entusiasmo contagiante na construção de sonhos.

Para muitas pessoas, quando se fala em empreendedorismo feminino, é comum pensar em grandes empresas ou projetos, mas é importante ressaltar que o empreendedorismo vai muito além disso.

Todas as mulheres exercem um papel relevante para a sociedade, desde a mulher que desenvolve pequenos bordados e artesanatos ou  aquela que faz bolos e salgados por encomenda,   até mesmo mulheres que são donas de startups e grandes empresas.

A motivação primordial consiste no dito popular “antes feito que perfeito! “Transformar, fortalecer, inovar, a-cor-dar para a vida!

O que leva as mulheres a empreenderem?

As muitas características marcantes de personalidade somados ao  anseio de transformar vidas motivam as mulheres.

As empreendedoras são notadamente  intensas, determinadas, com facilidade para comunicar e lidar com limitações, nutrem uma coragem para expor as fragilidades,  são também obstinadas pelo desejo em cooperar e portanto, estão cercadas de pessoas, pois acreditam verdadeiramente, que se constrói  a mudança na parceria.

Além disso, o empreendedorismo feminino é um importante fator socioeconômico na vida de muitas mulheres. De acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), quatro em cada dez lares brasileiros são chefiados por mulheres, e 41 % dessas mulheres, são donas do seu próprio negócio.

 

Outro contexto  para muitas mulheres empreenderem refere-se a maternidade. A chegada dos filhos  faz com que muitas mães decidam  criar o seu próprio negócio, para investir tempo de qualidade na formação humana dos filhos durante o seu desenvolvimento.

 

Existem também outros fatores, que são importantes para a decisão de ser empreendedora, tais como conquistar a independência financeira, trabalhar com um propósito humanitário e ter uma autonomia maior de sua vida.

 

Como manter o equilíbrio frente aos desafios

  • Desenvolver as habilidades pessoais, fortalecer as potencialidades e ampliar relacionamentos abre novos horizontes.
  • Algumas dessas habilidades essenciais podem ser aperfeiçoadas tais como:
  • Ser pró-ativa ao invés de esperar;
  • Perseverar diante das adversidades;
  • Desenvolver objetivos e plano de ação avaliados continuamente;
  • Aprimorar a qualidade da comunicação dos projetos;
  • Ampliar a rede de pessoas que colaboram na efetivação da mudança que se quer estabelecer;
  • Ousar na transformação de crenças negativas;
  • Buscar sempre que necessário o auxílio psicológico.

Como empreendedoras é preciso lidar também em grande parte das vezes com as finanças, marketing, vendas e cuidar da parte burocrática dos negócios. Muitas mulheres ainda passam por desafios ao precisar suprir as necessidades financeiras da família ou conciliar o cuidado com os filhos.

São tantos desafios e responsabilidades, que encontrar o equilíbrio para lidar de forma saudável com a rotina diária é fator decisivo na saúde.

Não é mesmo?

 

Veja algumas ideias que podem ajudar

  • Estabeleça quais são suas prioridades – Como empreendedora, a rotina nem sempre segue o padrão estipulado. Mas lembre-se de definir o que é prioridade para que você possa ter uma noção mais ampla das suas atividades e responsabilidades.  

 

  • Comece a se planejar – Anote em uma agenda, ou em aplicativo de celular , todos os dias, quais serão as atividades que você pretende realizar. E vá anotando todas as tarefas que você cumpriu.   

 

  • Tire um momento para descansar – Lembre-se de reservar um momento para minimizar o estresse da rotina seja através da leitura de um livro, vendo um filme, realizando meditação, momentos de socialização com amigos e familiares, fazer atividades físicas como nadar por exemplo. E ainda, cuidar do  autoconhecimento, pois sempre é um forte aliado nessa paz interior; seja através da psicoterapia individual, aulas de biodança ou mesmo uma massagem terapêutica – que estão disponíveis aqui no Espaço Entre Olhares.

 

Desenvolvi também uma artigo com dicas de de como conciliar a rotina pessoal e familiar,  acompanhe:  

https://entreolhares.net.br/dicas-simples-de-como-conciliar-a-rotina-pessoal-e-familiar/

E você já pensou em empreender? Se já é uma empreendedora, quais são os seus maiores desafios? Deixe o seu comentário!

Conheça melhor o Espaço Entre Olhares.

Um forte abraço.

“Olá, muito prazer eu sou Jussara Estela Arthuso, Psicóloga e sou a responsável pelo Espaço Entre Olhares.

Nosso objetivo é acolher e transformar a vida de cada uma das pessoas que buscam os serviços citados na Página Para Você aqui do site.

Os artigos publicados aqui, ajudarão você na melhoria da qualidade dos relacionamentos e espero que as minhas palavras possam te trazer o conforto e as soluções que você busca.

Se você gostou ou mesmo se ficou com alguma dúvida, aproveite para deixar o seu comentário no Fale Comigo, aqui na página.

 

 

WhatsApp chat