Como pais, às vezes temos dificuldade em assimilar o desenvolvimento de nossos filhos.

Em um instante, nossos filhos nascem e são seres extremamente dependentes de nossos cuidados básicos, como alimentação, banho e vestimenta.

E em outro instante, eles já se tornam seres cada vez mais independentes, repletos de conhecimentos e habilidades. Como o tempo passa rápido, não é mesmo?    

No artigo de hoje, falo sobre a importância de compreender e, acima de tudo, respeitar a individualidade da criança.

Respeito a individualidade: Os principais desafios

Nos primeiros anos de vida da criança, são os pais que decidem o que os filhos comem, o que vestem, as atividades que participam e os lugares que frequentam.

Com o passar do tempo, conforme a criança vai adquirindo maior autonomia, ela começa a querer tomar suas próprias decisões. Isso faz parte do processo natural de desenvolvimento.

Entretanto, muitos pais têm dificuldade em compreender que seus filhos, mesmo enquanto crianças, têm sentimentos, anseios, opiniões e capacidade de expressar o que desejam. E, a medida que vão crescendo, tendem a manifestar constantemente a sua individualidade. 

Cabe aos pais, perceber o jeito de ser do filho, acompanhá-lo e ajudá-lo a se posicionar de forma assertiva, para que tome decisões saudáveis. Comportamentos inadequados e decisões equivocadas acontecem e  fazem parte do desenvolvimento do ser humano. 

Porém, é preciso avaliá-los e aprender com eles. A medida que permitimos que os nossos filhos exerçam a autonomia, eles desenvolvem a capacidade de superar obstáculos, de se defenderem e de resistirem a pressão de situações adversas.

Qual o papel dos pais nesse processo?

É importante frisar que a individualidade do ser humano, mesmo ainda na fase da infância, está diretamente relacionada ao reconhecimento de suas particularidades e potencialidades.

Como pais, é fundamental reconhecer e respeitar a individualidade de nossos filhos, confiar em sua capacidade e guiá-los de forma assertiva nas diferentes situações de sua vida.

Dicas de como incentivar a individualidade dos filhos

Estabeleça tarefas: Comece a estabelecer tarefas proporcionais a faixa etária, como guardar brinquedos ou arrumar a cama, por exemplo. Dessa forma, a criança irá compreender que possui responsabilidades e que precisa cumpri-las.  

Valorize os esforços : Reconheça os esforços e boas atitudes do seu filho, elogiando-o e, quando possível, recompensando-o. Dessa forma, ele se sentirá confiante e seguro para alcançar o que deseja.  

Evite ocupar todo o tempo da criança: Atividades recreativas e tarefas são fundamentais. Mas é importante também que a criança tenha momentos em que ela possa estar consigo mesma, possa pensar e reconhecer a si mesma. É claro que, em função da idade, deve estar acompanhada de um adulto.

Ajude a compreender seus erros: Quando a criança cometer algum erro, é fundamental ajudá-la a pensar de forma autônoma sobre o que aconteceu e quais as possíveis consequências de cada atitude.

De fato, para muitos pais respeitar a individualidade dos filhos pode ser uma tarefa desafiadora.

 É importante ajudar a criança na expressão dos sentimentos, na negociação e posicionamento frente aos acordos familiares, explicitar com clareza, realismo e firmeza o que não será permitido na convivência familiar ( por exemplo: criança ingerir bebida alcoólica, usar drogas…). Tudo isso irá proporcionar a criança certa segurança para aprender a lidar com desafios maiores conforme forem se desenvolvendo.

E lembre-se sempre: a coerência no comportamento dos adultos perante a criança, irá estruturar nela a  confiança no vínculo.

“Olá, muito prazer eu sou Jussara Estela Arthuso, Psicóloga e sou a responsável pelo Espaço Entre Olhares. Nosso objetivo é acolher e favorecer a transformação  na vida de cada uma das pessoas que buscam os serviços citados na Página Para Você aqui do site. Os artigos publicados aqui, ajudarão você na melhoria da qualidade dos relacionamentos e espero que as minhas palavras possam te trazer o conforto e as soluções que você busca. Se você gostou ou mesmo se ficou com alguma dúvida, aproveite para deixar o seu comentário no Fale Comigo, aqui na página”.

WhatsApp chat