Ser mãe – Uma reflexão sobre a maternidade

 

Ser mãe é algo grandioso. É um projeto ousado na vida de uma mulher; uma grande oportunidade de crescer, ser melhor e ir além de nós mesmas.

Neste artigo, quero contar um pouco sobre minhas experiências em relação a maternidade. E fazer uma reflexão sobre os desafios que as mães enfrentam.

A maternidade e os primeiros desafios

Eu sempre quis ser mãe. Quando jovem,  o cuidado dedicado ao outro e a possibilidade de colaborar em vários ângulos da vida de uma criança, era algo que me fascinava.

Por outro lado, tive também dúvidas e receios. Eu sabia que junto com a maternidade, também viriam inúmeras responsabilidades, e que essa não seria uma tarefa simples.

 

Construindo novas possibilidades

Tenho 2 filhos: um jovem com 20 anos e uma garota com 11 anos.

Após o nascimento do primeiro filho, eu trabalhava o dia todo e fazia especialização  a noite. Eram poucos os momentos que tínhamos, mas aproveitava cada um deles para brincar e participar do seu desenvolvimento.

Meu  objetivo era conseguir no futuro, uma rotina de trabalho que eu pudesse ter mais flexibilidade para estar mais próximo dele, oferecendo um maior tempo de qualidade. Anos mais tarde, com a chegada da minha filha,  minha realidade profissional era outra. Hoje tenho a flexibilidade profissional que eu sempre busquei.

 

Como conciliar tantas tarefas?

Se você é mãe, certamente sabe os desafios de conseguir conciliar tantas tarefas, como o trabalho, os estudos, o cuidado com a casa, a vida amorosa, o cuidado pessoal e tantos outros aspectos da vida,  não é mesmo?

Alguns dias, parece que você não conseguirá “dar conta do recado”. Por outro lado, há dias em que você conseguirá resolver inúmeras tarefas com facilidade.  A organização e planejamento, contribuem para equilibrar a maternidade com as tarefas do seu dia a dia.

 

A importância da rede de apoio

Além de se organizar e se planejar, outra forma de equilibrar melhor a rotina,  é poder contar com ajuda de pessoas que possam colaborar com você nesta jornada, ou seja, uma rede de apoio. Logo nos primeiros meses de vida das crianças, eu contei com o apoio da  família, bem como de amigos e profissionais. Eles foram e são até hoje, parte importante da minha rede de apoio.

Quando nos tornamos mães, vivemos em uma simbiose entre mãe e filho. Aos poucos, é fundamental reconectar-se consigo mesma e buscar sua individualidade. E a rede de apoio pode contribuir de forma positiva, nesse processo.

 

Aprender a  filtrar os conselhos

Outro desafio da maternidade, são os diversos conselhos e sugestões. Alguns bastante produtivos e outros nem tanto assim. Quando eu me tornei mãe pela primeira vez, recebi inúmeras orientações sobre alimentação, educação e rotina da criança, que algumas vezes eram antagônicas. Eu como mãe de “primeira viagem”, totalmente inexperiente, havia me preparado, lido diversos livros sobre o tema e observado as diversas formas de lidar com a maternidade.

Na segunda gestação, com mais experiência eu pude filtrar melhor essas orientações, e lidar com essas situações de forma saudável.

No consultório, os conflitos de gerações na educação dos filhos é tema de atritos entre os casais e a família extensa. Portanto, cuidar dessas interações familiares favorece o desenvolvimento da criança e a qualidade dos laços afetivos na família.

 

Como lidar com os conselhos

Nem sempre é fácil lidar com as opiniões de outras pessoas que desejam ajudar, mas a minha dica é: Confie em si mesma!

Desenvolva a capacidade reflexiva, e converse sobre os entraves que fazem parte da construção da família. Aprenda a ouvir o que for interessante, e o que não for produtivo apenas procure abstrair. Busque por fontes confiáveis, e vá até especialistas para se informar, sempre que necessário.

Construir a maternidade é um desafio diário de transformação, de aprendizado, e de conhecer melhor a si e o outro. Todas nós vamos acertar e errar, pois o contexto muda e a flexibilidade para inovar nem sempre está disponível. Isso é perfeitamente normal, no processo evolutivo.

O importante é estarmos dispostas a aprendermos juntos. E também,  aproveitar cada momento desse elo, tão importante com os nossos filhos.

 

“Olá, muito prazer eu sou Jussara Estela Arthuso, Psicóloga e sou a responsável pelo Espaço Entre Olhares. Nosso objetivo é acolher e transformar a vida de cada uma das pessoas que buscam os serviços citados na Página Para Você aqui do site. Os artigos publicados aqui, ajudarão você na melhoria da qualidade dos relacionamentos e espero que as minhas palavras possam te trazer o conforto e as soluções que você busca. Se você gostou ou mesmo se ficou com alguma dúvida, aproveite para deixar o seu comentário no Fale Comigo, aqui na página”

WhatsApp chat